Navigation Menu+

Projeto Memória – Sub15

1º semestre de 2014

20 de setembro de 2014

Este projeto insere-se no PROGRAMA SUB 15 que atende crianças e adolescentes cursando o ensino fundamental II em escolas públicas de Ilhabela e tem como focos o conhecimento de si, do outro e do ambiente; a autoconfiança; o respeito mútuo; a construção coletiva; a ampliação do horizonte cultural; a comunicação verbal e escrita; o uso adequado da informática; a reflexão e discussão de temas pertinentes à adolescência; o reconhecimento e a valorização da diversidade. É desenvolvido integralmente ao longo de um semestre. SAIBA MAIS

Alunos de 6º a 9º ano – Duração: 2 meses

Memória reporta-nos à capacidade de adquirir e recuperar informações disponíveis, seja internamente, no cérebro, seja externamente, por intermédio dos diversos registros gráficos, fotográficos, escritos ou eletrônicos criados ao longo dos tempos. O ser humano vem registrando seus feitos ao longo da História, motivado pelos desejos de expressar-se, bem como de valorizar e transmitir fatos marcantes de sua cultura, os avanços no conhecimento e as próprias reflexões. A palavra memória descortina inúmeras possibilidades de trabalho com os adolescentes. Escolhemos enfatizar neste projeto o resgate das histórias e experiências dos alunos por meio das diversas formas de registro, procurando assim desenvolver as expressões oral e escrita. Buscamos ainda compreender o funcionamento de nossa memória orgânica e praticar exercícios mentais para melhor utilizá-la. Os principais recursos empregados foram leitura e escrita, jogos e treinos mentais, artes plásticas e as diversas ferramentas da informática.

Atividades

Oficina de Expressão Criativa

conte uma históriaFato Marcante – Visando reportar fatos oralmente e trabalhar escrita e escolha coletivas, utilizamos como aquecimento um vídeo em que um adolescente relata a própria infância. Em seguida, em subgrupos, conversaram sobre um fato marcante desta fase da vida. Cada subgrupo escolheu o relato mais interessante e transcreveu-o. Após a correção do texto os alunos filmaram os relatos escolhidos.
estrela do mar - pintura rupestre (10)Pintura Rupestre – Abordamos nesta atividade a importância da linguagem escrita revisitando os primeiros registros humanos conhecidos – pinturas rupestres. Iniciamos com a apresentação de um Slide Show que mostra exemplos de Pintura Rupestre e discutimos sobre a técnica utilizada e os motivos que levaram nossos ancestrais a realizá-la. No segundo momento os alunos, em subgrupos, foram orientados a elaborar uma mensagem com tinta de terra sobre papel craft. Não era permitido utilizar o código linguístico convencional. Finalmente todos tentaram desvendar as mensagens dos outros subgrupos.
onda-01-04-pintando as pedras (9)Conte uma história – Esta atividade foi desenvolvida para estimular nos alunos o gosto pela contação de histórias, bem como vivenciar a produção e reprodução de textos orais. Inspirados no jogo Story Cubes os grupos construíram o próprio jogo. Os alunos moldaram diversas peças circulares em argila e pintaram em sua superfície símbolos, ou desenhos. Também confeccionaram a embalagem de tecido para acondicionar o jogo. Finalmente experimentaram o jogo criando as próprias histórias coletivamente e o respectivo registro escrito.
Italia-28-05-diário (3)Diário Criativo (apenas 2ª e 4ª tarde) – O gênero textual Diário é um importante aliado para estimular o gosto pela leitura e pela escrita nesta faixa etária, sobretudo, quando os jovens tem a oportunidade de confeccionar o próprio diário para registro de suas lembranças. Apresentamos inicialmente diversos modelos de diário: Destrua este Diário, Diário de Zlata, Diário de Rabiscos, Diário de um Banana, Querido Diário Otário e Diário de Anne Frank. Destacamos o que há de comum e escolhemos abordar de forma mais pormenorizada o Diário de Anne Frank. Finalmente, cada aluno personalizou as páginas do próprio diário e confeccionou-o usando a técnica de costura manual.

Oficina Turbine seu Cérebro

Brasil -regras-yuri3 - 12-02-14 (10)Passa objeto – Os alunos formaram duas fileiras de cadeiras de modo que ficassem sentados frente a frente e pudessem transportar um objeto utilizando apenas os pés. O objeto deveria circular por todo o grupo até o último integrante e retornar ao primeiro. Numa segunda etapa o mesmo exercício foi realizado com uso das pernas. Em segunda os alunos foram estimulados a criar novas formas de transportar o objeto e outras disposições para o grupo. Cada novo rearranjo requeria a repactuação das regras. Desta forma pudemos exercitar a formulação de regras, o respeito a elas e a cooperação.
Desafio da memória – Os alunos foram divididos em quatro subgrupos e escolheram um número referente ao seu desafio (1, 2, 3 ou 4) sem conhecer previamente o seu conteúdo. Os desafios são: 1) memorizar a ordem em sequência de bolinhas vermelhas e pretas; 2) mudar cinco coisas no ambiente; 3) memorizar palavras aleatórias contidas em um papel; 4) memorizar a referência de um livro. Os desafios foram apresentados e os subgrupos tiveram de 1,5 a 2 minutos para memorizar a tarefa. Ao final apresentaram o resultado da memorização. O professor ao final atribuiu uma pontuação a cada subgrupo.
Mar-13-03- jogo dos erros    (12)Jogo dos erros – Este exercício ajuda no desenvolvimento da concentração e da observação. Os alunos recebem dois desenhos: um correto e completo e outro com “erros”. Devem desvendar os erros e colorir um dos desenhos.
Russia-17-03- racha cuca (1)Desafios e jogos diversos – Exercícios do tipo Racha Cuca, Sudoku, Mímica, Desenho com as mãos trocadas e gincanas diversas para exercitar o raciocínio lógico e a memória.
mar-04-03-memória de procedimento (1)Jogos externos – Os jogos ao ar livre são muito divertidos e favorecem a prática da memória de procedimento de forma consciente. Esta relaciona-se à execução de movimentos corporais. Praticamos queimada, jogos em roda, com bola e sem bola, corrida, saltos, entre outros.
Russia-19-05-power point (4)Apresentação de Slides – (apenas 2ª e 4ª tarde) Promovemos o contato dos alunos com o Power Point, um software de grande utilidade na vida escolar e profissional. Apresentamos a ferramenta e propusemos que cada aluno preparasse uma apresentação de até 5 slides sobre as atividades vividas no Projeto Circo.

Oficina Cinema e Memória – apenas 3ª e 5ª manhã

Imagem3Mémoria Pessoal – i)Discutimos em roda a respeito dos vários significados da palavra memória e de sua importância para o nosso desenvolvimento como seres humanos; ii) Assistimos ao curta Dona Cristina Perdeu a Memória. iii) Preparamos uma entrevista com familiares sobre os objetos que tinham guardados do tempo de bebês e conversamos a respeito das informações coletadas; iii) Usamos como aquecimento a história Guilherme Augusto Araújo Fernandes para identificar fatos marcantes na história pessoal ou familiar de cada um e compartilhamos importância e significados; iv) Exibimos o curta “A casa dos pequenos cubinhos” e conversamos sobre as fases da vida e suas memórias procurando evocar fatos ou lembranças que são transmitidos pela família em suas diversas gerações.
2014-03-11 11.02.48 wbBrincadeiras que Ficam – Pesquisamos na web a tela de Peter Brueghel “Brincadeiras Infantis” que traz imagens de brincadeiras usuais no século XVI. Identificamos juntos algumas que são praticadas ainda hoje. Aproveitamos então para realizar uma atividade de escrita, elaborando um quadro com as brincadeiras de “ontem” e de “hoje”. Escolhermos para praticar uma brincadeira de hoje: o STOP .
grupo-estrela-do-mar-zentangle-(15)WB-destOficina de Zentangle – Zentangle é um método de criação de lindas imagens usando padrões repetidos; podendo ser revisitados e recapitulados. Cada passo (stroke) cria um enredo (Tangle). Um desenho que pode ser criado com as duas mãos. Muitos estudos mostram que isso ativa circuitos cerebrais diferentes, aumentando a criatividade e a sua habilidade em resolver problemas.

Oficina de Informática – apenas 3ª e 5ª manhã

Mar-01-04-Animação (4)Filme de Animação – Ao produzir uma animação usando a tecnologia digital, os alunos aprendem a utilizar inúmeros recursos da informática. Iniciamos esta oficina enfatizando as características da memória digital, distinguindo-a da memória orgânica e aprendendo a utilizá-la. Cada aluno criou o espaço para armazenar a própria produção. Na segunda etapa todos escolheram alguma lembrança como tema para a animação a ser criada. Em seguida elaboraram o desenho básico no Paint e realizaram as alterações para dar movimento às imagens, salvando-as em sequência numérica para compor a animação. Importaram as imagens, ajustaram os tempos de cada quadro e adicionaram títulos, trilha sonora e efeitos utilizando o MovieMaker.

Confira mais fotos das atividades

Memória pessoal

Apresentação de Slides

Diário Criativo

Jogos externos

Conte uma História

Brincadeiras que ficam

Jogo dos Erros

Passa Objeto

Zentangle

Pintura Rupestre

     


Confira também alguns vídeos das atividades